A China tem de ser Brasil e o Brasil, China

 

Analistas do Instituto Chinês de Relações Internacionais Contemporâneas se surpreenderam com a explicação sobre por que a economia brasileira desacelerou. Minha interpretação: a crise mundial fez um duplo mergulho, após a falência do Lehman Brothers, em 2008, e na crise do euro de 2011. No primeiro, a China, assim como o Brasil, reagiu rapidamente. O Brasil crescia baseado na ampliação de renda e do consumo e dobrou sua aposta. A China, que sustentava o PIB pelos investimentos e pelo saldo comercial, forçou mais o investimento. Na segunda onda, foi diferente: não bastava à China promover investimento e nem ao Brasil, o consumo.

Restos mortais de Jango são recebidos em Brasília com honras militares

 

Os restos mortais do ex-presidente da República João Goulart foram recebidos nesta quinta-feira 14 com honras militares, pela presidenta Dilma Rousseff. O corpo de Jango, como era conhecido, começou a ser exumado ontem, em São Borja (RS), e será submetido a perícia da Polícia Federal, na capital. A exumação faz parte de uma investigação para esclarecer se a causa da morte de João Goulart foi mesmo um ataque cardíaco, conforme divulgaram na ocasião as autoridades do regime militar.

A insegurança freia o desenvolvimento na América Latina, diz relatório do PNUD

 

A insegurança é um obstáculo ao desenvolvimento econômico e social e um desafio compartilhado por todos os países da América Latina, segundo o novo relatório do PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento), lançado nesta terça-feira (12/11) na sede da ONU em Nova York. O estudo diz que não bastam medidas de controle da criminalidade. Para uma redução duradoura da insegurança, o RDH (Relatório de Desenvolvimento Humano Regional) 2013-2014 recomenda políticas públicas que melhorem a qualidade de vida da população, com prevenção do crime e da violência por meio de um crescimento econômico inclusivo e instituições de segurança e de justiça eficazes.

Presidente do TSE de Honduras classifica vídeo de Lula como "ingerência externa"

 

O presidente do TSE (Tribunal Supremo Eleitoral) de Honduras, David Matamoros, qualificou nesta terça-feira (12/11) de interferência externa nos assuntos internos do país um vídeo em que Luiz Inácio Lula da Silva aparece declarando apoio à candidata presidencial do partido Libre, Xiomara Castro. Entretanto, o Tribunal não pediu ao partido ou aos meios de comunicação hondurenhos que retirem o vídeo do ex-presidente brasileiro do ar.

Mercosul detalha proposta de livre comércio com União Europeia

 

São Paulo – Técnicos em comércio exterior dos países do Mercosul reúnem-se nesta semana, em Caracas, para avançar a lista de produtos e corte de tarifas a ser apresentada à União Europeia (UE), em mais uma etapa das negociações bilaterais iniciadas em 1999, interrompidas em 2004 e só retomadas em 2010.

Dilma chega a Lima para visita oficial ao Peru

 

A presidente Dilma Rousseff chegou nesta segunda-feira (11/11) a Lima para uma visita oficial em que assinará com o presidente peruano, Ollanta Humala, acordos de cooperação e revisará os dez anos da Aliança Estratégica binacional.

Dilma ensaia estratégia para política externa

 

O interesse pela associação com o Brasil une as duas principais candidatas que, na próxima semana, se confrontam pela presidência do Chile. A conservadora Evelyn Matthei informou à revista "Qué Pasa" que gostaria de fazer ao Brasil sua primeira viagem após eleita.