Cúpula Ibero-Americana identifica novas prioridades em um mundo globalizado

 

A identificação de novas prioridades, um novo modelo de organização e a renovação da cooperação serão temas em destaque na 23ª Cúpula Ibero-Americana, que ocorre nesta sexta-feira (18/10) e sábado (19) na Cidade do Panamá.

Os desafios emergentes na esfera política, econômica, social e cultural, a melhoria da organização das reuniões de cúpula, a renovação da cooperação ibero-americana e suas implicações no funcionamento, na organização e no financiamento da secretaria-geral vão ser debatidos no encontro, que tem como lema “O papel político, econômico, social e cultural da comunidade ibero-americana no novo contexto mundial”.

Espionagem canadense no Brasil: as razões de uma deriva

 

O mundo sabe há algum tempo que os serviços de segurança canadenses estão envolvidos em espionagem industrial contra o Brasil. É sem dúvida o caso de outros países. Para o governo Harper, essas práticas se encaixam bem com sua visão do mundo.

América Latina: 23,5 milhões de indígenas são afetadas pelas desigualdades étnicas e de gênero

 

Novo estudo da CEPAL (Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe) afirma que existem mais de 670 povos indígenas reconhecidos pelos nove Estados analisados e que ao menos 23,5 milhões de mulheres são afetadas pelas desigualdades étnicas e de gênero.

O documento Mulheres indígenas na América Latina: dinâmicas demográficas e sociais no âmbito dos direitos humanos foi apresentado durante a XII Conferência Regional sobre a Mulher da América Latina e do Caribe, realizada nexta sexta-feira (18/10) em Santo Domingo, República Dominicana.

A cruzada de Almeidinha contra a 'Bolsa Esmola'

 

O programa Bolsa Família recebeu, na terça-feira 15, o 1º prêmio Award for Outstanding Achievement in Social Security, espécie de Nobel concedido a cada três anos pela Associação Internacional de Seguridade Social (ISSA), entidade com sede na Suíça. É o mais importante reconhecimento de um programa responsável por ajudar a quebrar no País um ciclo histórico de fome e miséria. É o reconhecimento, também, de que a aposta em promover a autonomia dos beneficiados por meio de um cartão magnético passou longe de um mantra brasileiro quase pré-histórico: o de que dinheiro na mão de pobre é, na melhor das hipóteses, desperdício; na pior, um mero instrumento de troca de apoio e voto.

La hora de la diplomacia subnacional

La reciente firma de un acuerdo bilateral entre el gobierno de Estados Unidos y el estado brasileño de San Pablo hace que muchos nos preguntemos si Washington está ensayando una nueva estrategia en la región: pasar por encima a los gobiernos nacionales no muy amistosos y buscar acuerdos con autoridades estatales o municipales más amigables.

O acordo Lula/Irã era o correto

 

O reinício, hoje, das negociações em torno do programa nuclear iraniano é um bom momento para reavaliar um dos atos mais criticados (injustamente) da diplomacia brasileira no período Luiz Inácio Lula da Silva/Celso Amorim.

Refiro-me ao chamado "Acordo de Teerã" de 2010, entre Brasil, Irã e Turquia.

O que a gente quer

 

Há um risco de ficarmos do lado de fora do Conselho de Segurança das Nações Unidas até 2020.

A alocação de assentos rotativos é costurada dentro de blocos regionais, e o grupo latino-americano já tem sua lista: Chile (2014-2015), Venezuela (2015-2016), Uruguai (2016-2017), Bolívia (2017-2018), Peru (2018-2019) e República Dominicana (2019-2020).

Carta do Brasil sobre ativista será analisada pela Rússia na quinta-feira


Brasília – A carta de garantia enviada pelo Brasil ao governo russo sobre a ativista brasileira do Greenpeace Ana Paula Maciel, presa na cidade de Murmansk após um protesto, será analisada pelas autoridades russas na quinta-feira (17). A informação foi divulgada hoje (15) pelo ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo. Na carta, o Brasil assegura que a ativista irá comparecer

Índia apoia Brasil na proposta de marco civil internacional para internet

 

Brasília – O ministro dos Negócios Estrangeiros da Índia, Salman Khurshid, disse nesta terça-feira (15) que o país apoia o Brasil na criação de um marco civil internacional para a internet. O assunto é um dos temas tratados em encontro de Khurshid com o ministro das Relações Exteriores brasileiro, Luiz Alberto Figueiredo. “É uma área de grande preocupação. Esforços estão sendo feitos para encontrar um meio de prover segurança cibernética e prevenir qualquer tipo de invasão”, disse o indiano.

Diretor da ONU diz ser possível vencer a luta contra a fome


Roma - O diretor-geral da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), José Graziano, disse hoje ser possível ganhar a luta contra a fome e destacou a importância de acabar com o desperdício e garantir dietas equilibradas. "Podemos ganhar a luta contra a fome", declarou em cerimônia na sede da FAO, em Roma, para marcar o Dia Mundial da Alimentação.